Pular para o conteúdo principal

Postagens

Hábito - Por que é tão difícil MUDAR?

É estranho achar que temos o poder para fazer mudanças partindo do zero sem considerar que vivemos em cima daquilo que construímos. Como esperar que uma atitude, um hábito, um vício, se desfaçam em um passe de mágica? Quem dera mudar algo dizendo palavrinhas mágicas como: "abracadabra" e pronto: estamos na vida que sonhamos sendo quem queremos ser!

Pensa comigo:
Se uma pessoa fuma um maço de cigarro por dia sendo que ela cultiva esse hábito HÁ ANOS, dificilmente conseguirá deter seu vício de um dia para o outro. Ou ela diminui a quantidade de cigarros que serão consumidos diariamente de modo lento, mas progressivo ou ela desiste logo na primeira semana. Outro exemplo: eu sei que odeio acordar cedo, mas sei que isso é por falta de costume. Se eu me programar para acordar todos os dias em tal horário, ainda que me corpo apresente sinais de cansaços nos próximos dias; meu corpo/mente se adaptariam a situação até transformá-la em um hábito/costume. Um músico para apresentar um …
Postagens recentes

Aceite a vida como ela é...

Por várias vezes acreditei que estava no caminho certo e me decepcionei. Por tantas e outras vezes a expectativa não enxergava a linha tênue que se separa os desejos da mente da realidade. E você sabe o que acontece quando a esperança é irreal, ilusória e traiçoeira. É como permanecer preso em um castelo de areia, observando o movimento das ondas e vendo-as destruírem a frágil construção com um sopro. 
Mas é melhor que as ilusões se desfaçam, que os véus dos desejos fúteis esmoreçam e que a verdade surja como uma flor de lótus que nasce da lama. Prefiro me decepcionar e sofrer a alimentar falsas esperanças e me enganar com os desejos da mente. Prefiro que as falsas expectativas sejam destruídas e que a esperança real retorne quando o vento beijar o meu rosto ou quando eu acordar com o sol de cada dia, pronta para viver um dia de cada vez. 
Não quero mais mergulhar em subjetividades e pouco me importa as nuances do coletivo. Não vou  me prender a sentidos sem significado, nem quero qu…

O Coração sabe tudo!

Só hoje descobri que o medo de perdê-lo é exatamente proporcional ao amor que tenho por ele. 
O coração sabe tudo. Sabe quando estamos prestes a tomar uma decisão errada. Sabe também quando estamos acertando em nossas escolhas. Mas é difícil ouvir sua voz e seguir seu sábios conselhos quando estamos atormentados pelas tramas da mente. A mente cria ilusões e te impedem de ouvir corretamente o que o seu coração tem a dizer. A mente é tão barulhenta que você se perde em meio a tantos pensamentos destrutivos e enganosos. A mente, mente. 
O coração fala através do silêncio toda a verdade que ele carrega. E quando você diz e ouve algo dito de coração, a alma se alegra e emociona; tudo vibra em alegria. O coração sempre sabe quando as palavras são verdadeiras. O coração sabe e não se engana. O coração também sabe que precisamos da tristeza para saber o peso de importância que damos às pessoas e aos nossos sonhos. Se dói, é porque a dor é do tamanho do espaço que aquela coisa importante ocup…

Darkside

Por que estou sofrendo? Por que estou encarando a vida como se estivesse chovendo sendo que lá fora o sol está brilhando? Não consigo analisar minha dor e por ora, meu coração chora. É mentira dizer que estou calejada pelas dificuldades da vida. É mentira dizer que meu coração já está calejado de tanto sofrer. Coração não cria calos, mas bombeia sangue; não endurece, mas pulsa fortemente tanto na dor quanto na alegria. 
Tenho perdido as esperanças. Ando meio cética, desacreditada da bondade alheia. Agora posso dizer que adentrei na escura floresta para caminhar por ela assustada com suas sombras e revivendo velhos medos. A noite já não tem estrelas e a completa escuridão me espreita. Ela devora tudo. Até mesmo a luz que acreditava possuir. A escuridão é traiçoeira e as sombras criam rostos através do medo. E quem há de nos libertar? Eu mesma escondi as chaves da minha algema. 
O sol surge no horizonte; mas não consigo enxergá-lo.  A escuridão é mais forte que a luz.

Abra mão...

Não deixe que seus problemas, que suas dores, que seus medos; te transformem naquilo que não é. 
Tudo é passageiro. Nada é para sempre. Não vale a pena se apegar ao sofrimento, achando que ele é eterno. Não, ele não é. Pode ser a maior dor do mundo, pode ser a situação mais complicada e aparentemente insolúvel, pode ser o momento mais difícil que esteja enfrentando; mas eles não são eternos.  
As vezes... A vida nos faz vivermos situações que precisamos "abrir mão", deixar as coisas irem embora, deixar as coisas serem como são. É difícil abrir mão quando se julga estar certo, quando se acredita que foi injustiçado, quando não se aceita o "não" do outro, quando se é rejeitado. Batemos tanto a cara no muro até aprender que as coisas não funcionam ao nosso bel-prazer e que há limites a serem respeitados; que há uma linha tênue que une os seus desejos com os desejos alheios, mas  que nem sempre estarão em plena concordância. 
A vida está me ensinando a abrir mão. Está…

O patinho feio

Sempre me senti um patinho feio. Tímida demais, recatada ao extremo, com dificuldades para lidar com minha feminilidade e vergonha de expressá-la ao mundo. Muitas vezes, me vi em situações que precisava me inibir por pura timidez ou para alimentar as castrações escondidas no meu subconsciente. 
Mergulhei em processos de auto-sabotagem, sempre me tratando com o pior "inimiga" de si. Dizem que os inimigos externos são mais perigosos, mas o pior é aquele que adormece na sua mente e surge em momentos improváveis lhe dizendo maldades sob si mesmo. A síndrome do patinho feio me fez dispensar companhias por achar que não tinha qualidades para estar no meio delas. A síndrome do patinho feio me fez olhar no espelho e não aceitar o que via. A síndrome do patinho feio me fez escolher a solidão.

O patinho feio, por muitos anos, achou que era um estranho no ninho; desengonçado, sem perspectivas de ser feliz por não se achar bonito, por achar que não fazia parte desse mundo. Acreditou po…

A importância de seguir em frente

Quem remói passado, destrói o presente e coloca o futuro numa caixinha que projeta todas as frustrações e decepções que já se vivenciou. Tem gente que vive a vida remoendo o passado, não conseguem colocar ponto final em uma história e preso as mágoas, não conseguem seguir adiante. Quem escolhe nutrir a mágoa, percebe que tudo parece mais moroso e dificultoso. A vida não flui normalmente. O fluxo fica impedido, trazendo mais atrasos e obstáculos. 
Viver preso as situações passadas é fechar as portas para o futuro e perder o totalmente as possibilidades que o presente oferta; é escolher o sofrimento e enterrar as esperanças. É viver a vida de modo dolorido e complicado sendo que ela pode ser mais alegre e simples. 
Quem não segue em frente, bloqueia o fluxo natural da vida. Tudo na natureza tem seu ritmo, segue seu propósito. A semente não cai na terra e fica protelando o que ela virá a ser, não fica pensando: vou ser uma árvore ou uma roseira? A semente, simplesmente, age; usa todo se…

Aquilo que importa...

Às vezes... ficamos tão absorto pelos problemas que não enxergamos aquilo que realmente importa. É como se as vistas estivessem com viseiras. Por não ver o que é importante, acabamos pisando sem perceber. Quantas vezes não pisamos em coisas importantes e sequer percebemos? Pisamos em sentimentos alheios por estarmos tão focados em nossos próprios problemas.

O que é importante está, muitas vezes, destituído de valor mudando e não é transitório. O que é importante permanece ao seu lado e não diz adeus nos momentos mais improváveis. O que é importante nasce da alma e é alimentado pelo amor verdadeiro. Para amar, você não precisa de um diploma, um carro do ano ou a conta do banco cheia de dinheiro. Você precisa apenas de disposição, esforço, boa vontade e permitir que o coração esteja aberto ao aprendizado e crescimento.

O que é importante está ao nosso lado e escolhe permanecer conosco porque sabe que a vida sem o que realmente importa, torna-se supérflua e vazia. As coisas mais importa…